Presença da PM leva calma ao Morro do Cavalão

Augusto Aguiar –

Desde o início do processo de ocupação da comunidade do Cavalão, em Icaraí, na Zona Sul de Niterói, ainda na madrugada de quarta-feira, até a tarde de ontem, segundo os próprios policiais que participam desse trabalho não foram registrados confrontos ou ao menos ameaçada de novos ataques de traficantes contra militares de serviço na região. Na quarta-feira, policiais do 12º BPM (Niterói) que realizavam patrulhamento na área foram atacados a tiros por bandidos ligados à facção Comando Vermelho (CV), que efetuaram disparos da comunidade na direção de uma guarnição.

O incidente, que gerou muito pânico e acarretou até a interdição momentânea da via, levou o comando do 12º BPM a ocupar a comunidade por tempo indeterminado. “Não foi registrado nenhum incidente ou disparo de arma de fogo na comunidade. A PM está no local exatamente para evitar isso”, afirmou o capitão Carlos Henrique. Ele confirmou que o patrulhamento foi intensificado e reforçado na comunidade e no Posto de Policiamento Comunitário (PPC).

Arrastão do Bem – Em outra frente de atuação, também na Zona Sul, a PM realiza hoje mais uma etapa do projeto “Arrastão do Bem”, agora em Jurujuba. Desde as primeira horas da manhã, policiais estarão no bairro, ouvindo e avaliando as principais demandas, não somente da área de segurança, mas também fazendo a chamada “ponte” com o Poder Público para outros problemas que afligem a população local. Desse contato mais estreito entre a população com os policiais, serão direcionadas as melhores formas de atender a essas demandas. Na área de segurança, as denúncias da presença de traficantes da comunidade vizinha do Preventório (Charitas), que tentam instalar pontos de venda de drogas na localidade, devem mais uma vez ser levada aos policiais.

O Arrastão do Bem já percorreu o bairro de Santa Rosa, também na Zona Sul de Niterói, pelo Fonseca, na Zona Norte, e também na Avenida Central, na Região Oceânica, além de Maricá, que atua na circunscrição do 12º BPM. A iniciativa foi lançada em Niterói pelo comandante do batalhão da cidade, tenente-coronel Márcio Guimarães, após ter sido colocada em prática com sucesso na área do 28º BPM (Volta Redonda).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *