Polícia realiza operação em morros da Zona Sul de Niterói

Augusto Aguiar –

Com objetivo de “limpar” as comunidades do Palácio, no Ingá, e do Complexo do Estado, no Centro, de traficantes que recentemente invadiram essas localidades, policiais militares do 12º BPM (Niterói) colocaram os bandidos para correr desde as primeiras horas da manhã de ontem (9), com ações simultâneas e intensos confrontos. Até a tarde, um suspeito havia morrido, e duas pistolas e um fuzil foram apreendidos. Um menor foi baleado e socorrido sob custódia. As ações ocorreram dois dias após a Prefeitura de Niterói anunciar 18 medidas com objetivo de frear a escalada da violência, inclusive com ações socioeducativas, o Pacto Niterói contra a Violência, no início da semana.

As duas ações tiveram como objetivo desarticular um grupo de traficantes, vindo de várias partes do Rio, ligado ao Comando Vermelho, que estaria tentando expandir os domínios nas mesmas comunidades. Em meio ao intenso confronto, pelo menos sete bandidos foram flagrados em fuga pela Avenida Almirante Benjamin Sodré, importante via do bairro da Boa Viagem, onde está situado o Museu de Arte Contemporânea (MAC).

Desde as primeiras horas da manhã, militares do 12º BPM, com apoio de policiais do 7º BPM (São Gonçalo) e 35º BPM (Itaboraí), se subdividiram e vasculharam as comunidades, onde foram recebidos a tiros por criminosos fortemente armados. No Morro do Palácio, onde havia relatos de que o CV teria invadido e expulsado rivais da facção Amigo dos Amigos (ADA), a PM foi recebida a tiros e, durante intenso confronto, um acusado foi baleado e morreu junto a uma das encostas da comunidade. Também na troca de tiros, um menor infrator foi baleado e socorrido sob custódia.

Outra parte do bando invasor, possivelmente formado por aliados criminosos do Rio, Niterói e São Gonçalo, desceu correndo pelas encostas da comunidade, onde está situado o Maquinho, atravessaram a Avenida Almirante Benjamin Sodré junto ao MAC, e conseguiram furar o cerco, roubando um HB20 grafite.

“Se pudéssemos prever quando esses confrontos ocorrem até evitaríamos sair de casa para realizarmos nossas tarefas diárias, mas não tem jeito. Perigoso é estarmos no lugar errado, na hora errada. Imagina um cidadão de bem saindo de casa pela manhã para pegar a condução e ir para o trabalho, quando acontece um confronto desse. É um perigo que a população passou a enfrentar diariamente. A gente sai de casa e não sabe se volta. A verdade é essa”, afirmou um morador da Boa Viagem.

As imagens dos bandidos em fuga foram postadas e estarreceram quem viu nas redes sociais. Um fuzil e uma pistola foram apreendidas na ação. Ainda na manhã de ontem, dessa vez junto com policiais civis da 76ª DP (Centro), os agentes conseguiram localizar o veículo onde os bandidos fugiram do Morro do Palácio. O carro foi encontrado abandonado perto do Ciep 449 Governador Leonel de Moura Brizola, um dos acessos ao Morro do Preventório, em Charitas, outra comunidade controlada pelo CV, para onde os bandidos fugiram. A PM e a Polícia Civil também vasculharam a área para encontrar os fugitivos e periciaram o veículo, com objetivo de recolher digitais e identificar os bandidos em fuga.

Nas comunidades que compõem o Complexo do Estado – morros do Arroz, Chácara e Estado – policiais militares também trocaram tiros com traficantes, que teriam invadido a região e tomado pontos de venda de drogas de outros criminosos da facção TCP. Um fuzil calibre 5.56 e uma pistola foram apreendidos. Um homem, não identificado, foi preso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *