Plano Diretor em debate

Wellington Serrano –

Cerca de 300 pessoas estiveram presentes, na noite desta segunda-feira (14), para a quinta audiência pública regional para debater o novo Plano Diretor de Niterói. O encontro aconteceu no Complexo Esportivo Caio Martins e teve o objetivo de ouvir as demandas dos moradores de Icaraí, Ingá, Santa Rosa, Jardim Icaraí e Vital Brazil.

A comissão de Urbanismo, Obras, Serviços Públicos, Transportes e Trânsito, em conjunto com a de Meio Ambiente, Recursos Hídricos e Sustentabilidade, está organizando as audiências.

“Estamos fazendo um esforço conjunto para que as audiências aconteçam mais próximo do morador e em locais de fácil acesso, conhecidos dos moradores da região abrangida”, destaca o vereador Bruno Lessa (PSDB), que preside a Comissão de Meio Ambiente. Lessa ressaltou também a importância da participação da população neste momento em que o projeto está sendo discutido pelo Legislativo.

“Não podemos aceitar uma proposta do governo sem antes fazer uma análise crítica. E os moradores precisam atuar neste projeto”, disse. O ex-secretário Regional Marcos Paulo, que administrou o bairro de Santa Rosa durante quatros anos, disse que o bairro precisa discutir a questão da drenagem. “Temos três rios que confluem debaixo do Caio Martins e temos que fazer como foi feito na Praça da Bandeira, no Rio de Janeiro, que criou um grande reservatório para escoamento das águas pluviais no sentido de acabar com o problema de alagamento nesta região”, explicou.

O morador Manuel Júnior disse que chegou a hora de brigar pelo bairro. “Temos várias lutas”, pontuou. Antônio Marcos, morador da Rua Paulo Alves, reclamou do problema de esgoto a céu aberto há quatro anos no local. Já Arthur Bisneto ressaltou que os pontos de ônibus na Lopes Trovão estão atrapalhando o trânsito, assim como os sinais da Avenida Mem de Sá que abrem e fecham muito rápido e não ajudam a escoar o trânsito sentido Icaraí.

O Plano Diretor é um instrumento da política urbana que serve para orientar os agentes públicos e privados que atuam no desenvolvimento da cidade. O calendário reúne um total de 11 audiências públicas regionais, sendo que que três já foram realizadas nas regiões do Centro e da Zona Norte. Além do secretário municipal de Urbanismo de Niterói Renato Barandier e do presidente do Sindilojas, Charbel Taui, estiveram na reunião os vereadores: Atratino, Bira, Talíria, Paulo Eduardo Gomes, Leandro Portugal e João Gustavo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *