Obras na Região Oceânica propiciam acidentes de trânsito

Raquel Morais –

As obras da TransOceânica estão movimentando não apenas o trânsito da Região Oceânica mas também a rotina dos moradores do local. Acidentes e atropelamentos estão acontecendo com maior frequência, fato confirmado por moradores e comerciantes locais. Último levantamento da Niterói Transporte e Trânsito (NitTrans) divulgado, analisou os cinco primeiros meses de 2017 e de 2018 e, apesar de singelo, foi registrado o aumento no número de acidentes nos principais bairros da região. Itaipu lidera o ranking com 16 registros, contra 12 de 2017, seguido de Piratininga com sete em 2018 e cinco em 2017 e Itacoatiara com apenas um acidente contra nenhum no ano passado.

O comerciante da Peixaria Alto Mar, localizada na Estrada Francisco da Cruz Nunes, na altura do Corpo de Bombeiros, Angelino Relvas, explicou que na região acontecem muitos acidentes. Perto do estabelecimento são batidas de automóveis e colisões traseiras, por exemplo. Já na altura do Shopping Itaipu Multicenter são muitos atropelamentos de pedestres e ciclistas. “Os carros não respeitam a sinalização. Os motoristas não estão respeitando sinais e nem as pessoas. Durante toda a obra estamos vendo os problemas e não aguentamos mais essa situação de bagunça, desordem e periculosidade”, pontuou.

Durante a reportagem muitos flagrantes de imprudência foram registrados. Desde avanço de sinal de trânsito por motoristas de carros e motocicletas, travessia fora da faixa de pedestre, ausência da pintura no chão da própria faixa de pedestres e buracos em calçadas, por exemplo. O especialista em trânsito Márcio Dias, explicou que enquanto a região estiver em obra se deve respeitar algumas regras determinadas pela legislação do Código Brasileiro de Trânsito: sinalização de diminuição de velocidade, passagem para pedestre, áreas isoladas para pedestres passarem com segurança, placas com avisos, entre outras questões. “Depois que a obra estiver pronta a sinalização será fixa e é inegável que a sinalização horizontal, vertical, faixas bem pintadas, atuação de agentes de trânsito, radares e multas facilitarão na organização do trânsito e consequentemente vão reduzir a quantidade de acidentes”, frisou.

A Prefeitura de Niterói foi questionada sobre ações nesse local, mas até o fechamento dessa edição não se manifestou sobre o assunto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *