Obras da Nova Catedral estão em ritmo acelerado

Raquel Morais –

Desde o dia 17 a movimentação no terreno onde será construída a Nova Catedral São João Batista, atrás do Terminal Rodoviário João Goulart, está intensa. São 21 pessoas trabalhando nas fundações das primeiras estacas-raiz do projeto da cúpula do espaço, com 60 metros de diâmetro. A cruz que marca o local das obras também foi mudada de lugar, parte do Caminho Niemeyer. Muitas ferragens e duas retroescavadeiras estão sendo usadas para essa primeira fase.

Segundo o supervisor de obras Aulino Alves estão sendo usadas dois tipos de estacas, raízes (21 unidades) e hélices (144 unidades), que são como se fosses colunas de uma construção comum. A profundidade dessas ferragens chega aos 42 metros. A equipe também está finalizando a terraplanagem com os equipamentos mecânicos. A previsão é que essa primeira fase da obra termine entre novembro e dezembro desse ano.
Ao longo desses meses serão feitas a execução das estacas da cúpula e dos três blocos, sendo 10 estacas para cada um desses. Eletricistas, bombeiros, armadores, ajudantes entre outros funcionários dividem o espaço de 13.600 m², trabalhando de segunda a sexta-feira. “Houve um estudo do solo de sondagem feito pelo projetista e calculista, para execução dessas estacas. Depois foi feita toda essa escavação. A próxima área a ser construída será a da explanada”, explicou Aloísio Lannes Oliveira, engenheiro responsável pela obra através da Mitra Arquidiocesana de Niterói.

Já foram retirados 3.400 caminhões de material escavado para nivelar o terreno e a segunda fase da obra será a construção da explanada. “Esse será o momento que as pessoas vão começar a ver a igreja levantando. Por isso é muito importante todo o planejamento. Temos muitas plantas, dossiês e documentos para compatibilização dos projetos, e com isso não temos nenhuma interferência negativa. Nossa comunicação é diária e nossas reuniões semanais”, completou Sérgio Ricardo, coordenador de projetos e planejamentos.

A nova catedral terá e capacidade para receber cerca de cinco mil pessoas por evento e une conforto e beleza. Segundo informações da Arquidiocese de Niterói a ideia é atrair ainda mais turistas para o município com mais uma obra do arquiteto renomado. Ainda segundo a mitra os três pilares principais têm 65 metros de altura e sustentam uma cúpula tendo ainda uma cruz em aço com 10 metros no topo da igreja. No total, cada pilar sustentará uma carga de aproximadamente 8.500 toneladas descarregadas em 10 estacas escavadas com diâmetro de 1,50 metro e 50 metros de profundidade por pilar. Para a sustentação da laje de piso serão executadas 21 estacas tipo raiz com diâmetro de 50cm, 128 estacas tipo hélice com diâmetro 60cm e 16 estacas tipo hélice com diâmetro 80cm.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *