Nova Catedral entra na fase de fundações

Nesta segunda-feira (24) foram retomados os trabalhos de construção da Nova Catedral São João Batista, no Caminho Niemeyer, no Centro de Niterói. O ritmo ainda era lento, mas uma escavadeira dava continuidade ao trabalho de terraplanagem, para acertar alguns detalhes do piso, onde será erguida a Nova Catedral. Segundo a Mitra Arquidiocesana de Niterói, as primeiras intervenções foram de terraplanagem e agora a nova fase haverá construção das bases para a edificação, que deve ser concluída até o fim deste ano. A nova catedral terá 13.600 m² e capacidade para receber cerca de cinco mil pessoas por evento.

“Já temos garantidos os próximos seis meses de trabalho, correspondentes às fundações primárias de nossa Nova Catedral. Se tudo correr bem, teremos a Catedral erguida em aproximadamente três anos, entrando posteriormente nas fases de instalações e acabamentos, muito similar ao que ocorreu no Santuário de Aparecida. Na sequência iremos construir todo o anexo Cultural, Social e Administrativo.

Os recursos destinados à construção têm sido doados majoritariamente por pessoas da comunidade, através das paróquias e voluntários do projeto. As doações hoje podem ser realizadas através de uma conta-corrente exclusiva, bem como via débito automático em conta, boleto bancário ou carnê paroquial mensal. Para contribuir, basta ligar para 3602-1700 ou dirigir-se à secretaria de sua Paróquia, conforme informe da Mitra Arquidiocesana.

A construção da Nova Catedral objetiva unir conforto e beleza, além da promessa de atrair ainda mais turistas para o município com mais uma obra de Oscar Niemeyer.

O Projeto
Os três pilares principais têm 65 metros de altura e sustentam uma cúpula de 60 metros de diâmetro, tendo ainda uma cruz em aço com 10 metros no topo da igreja. No total, cada pilar sustentará uma carga de aproximadamente 8.500 toneladas descarregadas em 10 estacas escavadas com diâmetro de 1,50m e 50 metros de profundidade por pilar. Para a sustentação da laje de piso serão executadas 21 estacas tipo raiz com diâmetro de 50cm, 128 estacas tipo hélice com diâmetro 60cm e 16 estacas tipo hélice com diâmetro 80cm.

“Curiosamente o comprimento somado das estacas a serem cravadas nessa etapa ultrapassa 5km, o que poderia contornar o Campo de São Bento cinco vezes ou mesmo atravessar a Baía de Guanabara. Um volume gigantesco de aço e concreto para sustentar aquela que será a Igreja-Mãe de nossa arquidiocese. A execução dessas estacas marca a finalização desta etapa que estamos iniciando agora, prevista para os próximos oito meses”, concluiu a Mitra Arquidiocesana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *