Niterói Presente aumenta sensação de segurança na cidade

Augusto Aguiar –

Durante patrulhamento na madrugada de hoje (6) pela Avenida Marquês do Paraná, no Centro, agentes da Operação Niterói Presente abordaram dois suspeitos que trafegavam numa motocicleta, modelo Honda CG 125. Durante a revista foi encontrado com o garupa, menor de 17 anos, uma pistola Taurus, calibre restrito (ponto 40) com dois carregadores contendo 14 munições. A arma estava com a numeração raspada.

O condutor e o menor foram levados para a 76ª DP (Centro), onde foi constatado que o adolescente era apontado como líder do tráfico na comunidade do Arroz, que integra o chamado Complexo do Estado, e que possuía mandado de busca e apreensão pendente, por roubo a veículo, receptação, e tráfico de drogas . O outro suspeito, de 20 anos, também foi autuado. Com mais essa apreensão, o Niterói Presente somou 13 armas de fogo apreendidas e 138 mandados de prisão cumpridos no intervalo de 10 meses.

Em outra importante atuação, divulgada na tarde de segunda-feira, os agentes foram acionados para a Rua Coronel Gomes Machado, Centro, para checar um roubo e que, segundo testemunhas, o suspeito ainda estaria nas proximidades. De imediato os policiais localizaram o homem, que foi identificado como Benício Pereira Fernandes Filho, de 35 anos. Ele foi levado para a 76ª DP (Centro), e antes de chegar na distrital, Benício chegou a tentar subornar os policiais oferecendo o valor roubado (R$ 4 mil) e mais R$ 10 mil para que fosse liberado. Os policiais então fingiram que aceitariam para conseguir chegar aos demais envolvidos no assalto.

Um cerco foi montado e também foram presos Sérgio Nascimento Castro, de 36 anos, que estava com o R$ 4 mil, e Gelson Pereira Fernandes Filho, de 38 anos, que veio da Zona Oeste do Rio (Jacarepaguá), com os R$ 10 mil oferecidos na tentativa de suborno. Todos os envolvidos foram conduzidos e autuados por corrupção ativa, furto mediante fraude, e associação criminosa, e a polícia investiga a atuação do bando dentro de agências bancárias.

Mesmo com a Segurança Pública sendo atribuição do Governo do Estado, a administração municipal investiu nos últimos cinco anos mais de R$ 100 milhões no apoio ao combate à violência, segundo dados da Prefeitura de Niterói. Nos próximos dois anos, estão previstos mais R$ 304 milhões em 18 projetos do Pacto Niterói contra a Violência, um plano municipal de Segurança Pública que prevê ações de prevenção e inteligência.

O Programa Niterói Presente, garante diariamente o reforço de mais 300 agentes nas ruas da cidade, projeto, implantado nos bairros de Icaraí, Centro, Santa Rosa e Fonseca, o que beneficia, por exemplo, a liberação do efetivo do 12º BPM para atuar em outras áreas. Num intervalo de 10 meses, o Niterói Presente retirou das ruas mais de 200 pessoas suspeitas de roubo, furto, tráfico entre outros crimes. Mais de 130 pessoas com mandados de prisão expedidos pela Justiça e considerados foragidos também foram presos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *