Manifestantes protestam em Niterói pedindo a prisão do ex-presidente Lula

Wellington Serrano –

Manifestantes vestindo camisas do Brasil e com bandeiras favoráveis à prisão em segunda instância do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva protestaram na Praia de Icaraí, no início da noite desta terça-feira (03).

O morador de São Gonçalo, Heráclitos Marcos de Freitas, de 52 anos, estava indo para Cobacabana participar do protesto, mas resolveu ficar por Niterói mesmo. “Melhor, né? Mas faço questão de marcar presença e lutar contra a desinformação, que é o que mais atrapalha na hora de separar o joio do trigo na política”, disse.

Com a faixa: “Para que serve o STF?”, o aposentado Mauro da Silva, de 74 anos, participou do ato e se diz indignado com tanta roubalheira e porque ninguém faz nada. “Os partidos políticos no Brasil são facções criminosas. A democracia é um valor absoluto e quando em risco ela só pode ser salva por si mesma”, realçou o aposentado.

Hoje, o STF vai julgar pedido da defesa de Lula para que ele não seja preso pela condenação no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) no caso do triplex em Guarujá. A defesa argumenta que, segundo a Constituição, o réu só pode ser preso após transitado em julgado, quando não cabe mais nenhum recurso.

Pouco depois das 18h, a pista sentido Centro da Avenida Atlântica foi fechada pelos manifestantes. Os manifestantes interromperam o trânsito no sentido Aterro do Flamengo. Também foi colocado um telão no local.

A Polícia Militar, que montou um cinturão de segurança, disse que no início da manifestação cerca de 100 pessoas estiveram presentes às margens da praia. Outra aglomeração de manifestantes também aconteceu em Copacabana. Até o fechamento da edição, a polícia não havia registrado nenhum tumulto. A partir das 19h, começou a chover no bairro da Zona Sul carioca, e o protesto perdeu força.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *