Governo aposta em avanço no desenvolvimento econômico

O ano da retomada. Assim pode ser definido 2017 na área de desenvolvimento econômico. As mudanças na legislação na exploração de petróleo e gás trouxeram novas perspectivas para a revitalização do setor, que amargava crise desde 2014. Além do resultado positivo da 14ª Rodada de Concessão da Agência Nacional do Petróleo (ANP), na qual todos os lotes da Bacia de Campos foram negociados pelo valor de R$ 3,6 bilhões, dos R$ 3,8 bilhões da rodada, a Petrobras, em dezembro, anunciou o seu plano de negócios 2018-2022.

No plano da empresa estatal, a Bacia de Campos aparece com investimentos de U$ 18,9 bilhões. Serão quatro novas plataformas e seis novos blocos exploratórios. A parceria será com a empresa Statoil, no campo de Roncador, com compartilhamento de tecnologia e aumento do fator de recuperação.

Esses investimentos dão um novo fôlego econômico para Macaé, onde estão instaladas as principais empresas mundiais do setor de óleo e gás, gerando novas oportunidades de emprego e renda para a população.

‘Perspectivas do setor de óleo e gás’ discute setor
A Secretaria de Desenvolvimento Econômico organizou, em março, o fórum “Perspectivas do setor de óleo e gás”. No evento, foram discutidos temas como conteúdo local, tributação, licenciamento, abertura do capital estrangeiro e flexibilização do operador único.

Importância da Bacia de Campos é reforçada na Brasil Offshore
A nona edição da Brasil Offshore consolidou a retomada do setor de óleo e gás no Brasil e o município como a base para investimentos. De acordo com a organização, 18 mil empregos – cinco mil diretos e 13 mil indiretos – foram gerados para a realização da feira, a terceira maior de petróleo e gás do mundo. A edição 2017 teve a presença de 53 mil visitantes.

Participação em eventos nas áreas de óleo e gás
A Secretaria de Desenvolvimento Econômico participou dos principais eventos do país ligados ao setor de óleo e gás, como: encontros do Instituto Brasileiro de Petróleo (IBP); da Associação Brasileira das Empresas de Petróleo (Abespetro); da Agência Nacional de Petróleo, Gás e Biocombustíveis (ANP); da 14º rodada de leilões da ANP, além da segunda e terceira rodadas do pré-sal.

Plano de Ordenamento Costeiro
A prefeitura começou a discutir a elaboração do Plano de Ordenamento Costeiro. O trabalho é coordenado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda e conta com a participação de várias secretarias. O projeto tem como objetivo dar mais segurança à população e possibilitar um turismo organizado.

Comerciantes do Condomínio Bosque Azul recebem treinamento
Foi realizada a capacitação de cerca de 20 comerciantes do Condomínio Residencial Carlos Emir Mussi, situado no Bosque Azul, contemplados no programa Minha Casa Minha Vida, que foram remanejados de Águas Maravilhosas. A parceria foi com a Secretaria de Habitação.

Macaé celebra o crescimento de MEIs
O atendimento às microempresas, na Casa do Empreendedor e Unidades do Macaé Facilita, registrou aumento de microempreendedores individuais (MEIs) no ano de 2017. A Casa do Empreendedor – espaço que visa dar celeridade aos trâmites de abertura de empresas e obtenção de licenças municipais de funcionamento – registrou cerca de 70 novos CNPJs por mês, o que totalizou cerca de 12 mil microempreendedores individuais no município. Esse número vem crescendo de forma positiva e gradual ao longo dos últimos quatro anos, registrando, atualmente, um aumento de 50% a mais no mesmo período do ano de 2013.

No ano passado, a secretaria fortaleceu o relacionamento institucional com grandes empresas de possível interesse em Macaé, como Shell, BP, Repsol. Além disso, promoveu a implementação do processo de captação de vagas de emprego junto às empresas de Macaé.

Outra ação foi o treinamento técnico para os servidores da secretaria através de parceria com entidades como o IBP e a Associação Brasileira de Recursos Humanos (ABRH).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *