Gasolina cai nas refinarias, mas ajuste é mínimo para consumidores

Foi anunciado pela Petrobras que o preço da gasolina irá cair 6,2% nas refinarias a partir de hoje. O valor vem caindo desde setembro e apenas no acumulado deste mês a queda nas refinarias chegou a quase 16%. Apesar disso, a Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) divulgou que somente na última semana o preço médio do litro da gasolina teve queda para os consumidores. Em Niterói, o preço médio da gasolina vem oscilando nas últimas quatro semanas, enquanto em Itaboraí o valor só sobe, chegando agora a mais de R$ 5 pela primeira vez no período. Em São Gonçalo a tendência também é de elevação.

De acordo com os dados divulgados pela estatal, o litro do combustível nas refinarias passará a ser negociado a R$ 1,8623, 12 centavos a menos que o preço atual. Baseado nestas quedas nas refinarias, a ANP informou que na última semana o preço médio do litro da gasolina comercializada nos postos de todo o país estava em R$ 4,723, frente aos R$ 4,725 na semana encerrada em 20 de outubro. Foi um reajuste mínimo, uma queda de apenas R$ 0,002 nas bombas, equivalente a 0,04%. Na prática, a redução nas refinarias não tem chegado aos consumidores, que reclamam que quando há aumentos, os donos de postos reajustariam os preços imediatamente.

De acordo com levantamento da ANP, Niterói vem registrando altos e baixos nos preços da gasolina no último mês. No dia 30 de setembro, por exemplo, a média do litro estava em R$ 5,131. Ao longo de outubro, esse valor oscilou entre R$ 5,108 e R$ 5,163. Na semana passada estava em R$ 5,127. Segundo o relatório, realizado com 20 postos da cidade, o menor valor da gasolina, de R$ 4,789 por litro, foi encontrado em um estabelecimento na Alameda São Boaventura, no Fonseca, enquanto o maior é pago em um posto na Estrada da Cruz Nunes, em Piratininga: R$ 5,399.

Diferente de Niterói, na vizinha São Gonçalo a gasolina só tem aumentado, segundo os dados da ANP. No mesmo levantamento, o valor médio do combustível subiu de R$ 5,051 para 5,084. Em Itaboraí, o valor estava abaixo do R$ 5, mas na bomba o preço voltou a subir. No dia 30 de setembro o preço médio do litro era de R$ 4,940. No último boletim, a ANP mostrou que média do preço da gasolina chegou a R$ R$ 5,031.
O preço do litro da gasolina nas refinarias vem se mantendo abaixo dos R$ 2 desde o último dia 24, quando a estatal reduziu o valor, que até o dia 23 custava R$ 2,0639. Esta queda não vem sendo acompanhada pelos postos do país, diz a agência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *