Homenagem ao teatro brasileiro no palco do Teatro AMF

O espetáculo em questão é “Esquizocênico”, que estreará na próxima quinta-feira, dia 01 de setembro, às 19h30min, no teatro Eduardo Kraichete, em Icaraí, fará parte da programação da mostra ‘Oficina Social de Teatro (OST) mostra (Com Teatro) a sua cara!’

O espetáculo que mistura cenas de peças teatrais montadas por grupos como Arena, Opinião, Teatro Brasileiro de Comédia, Teatro do Estudante do Brasil, Os comediantes, Oficina e Asdrúbal Trouxe o Trombone, marcará esse momento que a OST está vivendo, de mostrar-se à sociedade local com a qualidade de seus trabalhos.

“A história desses grupos de teatro brasileiros comprova como uma unidade de trabalho devidamente bem administrada é fundamental para a estruturação de um sistema contemporâneo de trabalho com teatro. A Escola Fábrica Oficina Social de Teatro se espelha nesses grandes exemplos para levar adiante sua história de superação”, diz José Geraldo Demezio.

A importância do trabalho de pessoas como Paschoal Carlos Magno, com o Teatro do Estudante do Brasil, e Abdias do Nascimento, com o Teatro Experimental do Negro, além de Renato Vianna, com o Teatro Universitário, e muitos outros, estabelece reflexões sobre como esses grupos de teatro amador surgiram no Brasil na segunda metade do século XX, e trava um paralelo de relação com a conformação de modelos de teatro de grupo na atualidade.

A partir dessa linha de pensamento, a Escola Fábrica Oficina Social de Teatro parte para uma autoanálise de seu papel enquanto grupo teatral dentro do cenário cultural da cidade de Niterói, enquanto construtora de repertórios teatrais há 15 anos. A formação da OST, enquanto grupo, que hoje busca sua sustentabilidade através de seus cursos e espetáculos, surgiu inspirada nas iniciativas de companhias que se organizaram em busca de espaço de trabalho a partir do final do século XIX.

A cena brasileira se remodelou desde então e teve como elemento primordial a formação de elencos estáveis que buscavam formatar um teatro que versasse sobre temais atuais e relevantes à sociedade. Esse movimento tomou forma com a criação dos grupos amadores de teatro.

O desejo de mostrar sua cara e, dessa forma, se firmar no cenário cultural como fomentadora perene de um trabalho com artes cênicas de qualidade, fez o diretor José Geraldo Demezio levar para a cena, com um grupo de atores, uma grande homenagem a esses grupos teatrais que tanto inspiraram e inspiram grupos atuais de teatro, como a OST.

O espetáculo Ser também estreia no Teatro Eduardo Kraichete na próxima semana, dia 31de agosto, também como parte mostra OST mostra (Com Teatro) a sua cara!, um dia antes de Esquizocênico. A peça é baseada nas histórias pessoais dos próprios atores, contadas a partir de um exercício proposto pela diretora Irla Carina. Uma história carregada de desejos, sentimentos e dores, que fala sobre o ser humano e sua relação direta com o cotidiano.

A peça Esquizocênico será apresentada às 19h30min, tem classificação etária de 14 anos e ingressos por R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia-entrada). Já a peça Ser, também será apresentada 19h30min, e tem classificação etária de 12 anos e ingressos vendidos por R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia-entrada). O Teatro Eduardo Kraichete fica na Avenida Roberto Silveira, 123 em Icaraí. Mais informações pelo telefone (21) 2721-0468.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *