Em São Gonçalo, apenas Salema e Flordelis foram eleitos

Anderson Carvalho –

Nove vereadores (de um total de 27) de São Gonçalo disputaram eleições este ano, mas ninguém foi eleito. Alcançaram boas votações apenas o ex-comandante do 7º BPM, Coronel Salema (PSL), que foi eleito deputado estadual, com 99.459 votos; e a pastora e cantora gospel Flordelis (PSD), a deputada federal, com 196.959 votos, a quinta mais votada na bancada fluminense na Câmara dos Deputados. Os ex-deputados estaduais Graça Matos (MDB) e Rafael do Gordo (DC) e os ex-federais Brizola Neto (PPL) e Dilson Drumond (PRP), não foram eleitos, assim como o vice-prefeito Ricardo Pericar (PSL).

Fernando Salema, de 55 anos, vai focar o seu mandato na luta por melhorias na segurança pública.

“Eu não esperava tamanha votação. Tive votos em todos os municípios do estado. Isso é fruto de 33 anos na Polícia Militar. Vou lutar por mais aparelhamento nos órgãos de segurança, como as polícias Civil e Militar e que as duas trabalhem de forma mais integrada. Também lutarei pela implantação da linha de barcas de São Gonçalo para o Rio, no Gradim, que vai desafogar o trânsito em Niterói”, contou o oficial da PM, que é casado, tem três filhos e nos últimos dois anos mudou-se para o bairro de Santa Rosa. Em 2016, comandou o 12º BPM. Na cidade, ele teve 29.944 votos.

Flordelis tem 57 anos e adotou 55 crianças que viviam na rua nos anos 1990. “Eu quero trabalhar em defesa da vida, da mulher, da família e pela prevenção às drogas. Nos últimos anos tem crescido muito o número de dependentes químicos. Isso também gera violência. Vou lutar por recursos para construir quadras poliesportivas nas comunidades e escolas técnicas para tirar os jovens do caminho do tráfico”, citou. Ela teve 28.182 votos na cidade.

Dos não eleitos a deputado estadual, o vereador Capitão Nelson (Avante) teve 24.204 votos, sendo 20.233 em São Gonçalo; Graça Matos teve 12.173 (8.706 na cidade); os vereadores Gilson do Cefen (PRP), 10.092, sendo 7.298; Jorge Mariola (PHS), 7.138 (5.923); Maciel (PMN), 10.033 (5.759); Sandro Almeida (PHS), 5.705 (5.012) e Lucas Moniz (PMN), 3.986 (3.346). Dos não eleitos a deputado federal, Diney Marins (PPS) teve 19.162 (13.472); Dimas Gadelha (DEM), 16.068 (12.154) e Lecinho (MDB), 14.912 (12.451).

O suplente de deputado federal Dejorge Patrício (PRB) teve apenas 44.069, sendo 33.669 na cidade. O ex-deputado federal Dilson Drumond (PRP) teve 5.862 votos, sendo 4.619 no município. O ex-secretário municipal de Desenvolvimento Social Marlos Costa (PSB) teve somente 8.348 (6.168 na cidade). Pericar teve 30.661, sendo 25.424 no município.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *