Dia do Pedestre: atropelamentos crescem em Niterói

Raquel Morais –

Ontem foi comemorado o Dia Mundial do Pedestre e a data chama atenção para uma palavra: respeito. Motoristas, motociclistas e ciclistas têm uma obrigação em comum quando o assunto é Código de Trânsito Brasileiro: zelar pela segurança dos veículos menores e o pedestre está na ponta dessa hierarquia.

De acordo com dados da Niterói Transportes e Trânsito (NitTrans), em junho de 2017 foram registrados 11 atropelamentos e em 2018 esse número aumentou 27,27%, para 14 incidentes. Em maio de 2017 e no mesmo período de 2018 foram 17 atropelamentos. Na comparação entre os meses de abril também foi registrado aumento de 22,22%, passando de nove para 11 registros. Já no comparativo dos últimos cinco anos, o tipo de incidente também foi significativo, sendo registrados 213 casos em 2013, 218 em 2014, 147 em 2015, 155 em 2016 e 150 em 2017.

De acordo com o Portal do Trânsito, cinco dicas de travessia são importantes para os pedestres evitarem atropelamentos: atravesse as ruas olhando para ambos os lados, respeite os sinais de trânsito e faixas para pedestres; antes de atravessar na frente dos veículos, faça contato visual com os motoristas para ter certeza de que eles te viram; utilize a faixa de pedestres sempre que disponível. Quando não houver, procure outros locais seguros para atravessar, seja na esquina, em passarelas ou próximo a lombadas eletrônicas; não atravesse a rua por trás de carros, ônibus, árvores ou postes, pois a probabilidade de você não ser visto é grande; em estradas ou vias sem calçadas, caminhe de frente para o tráfego (no sentido contrário aos veículos).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *