Comércio espera boas vendas para o Dia das Crianças

Faltando menos de dez dias para o Dia das Crianças, o comércio de Niterói já está se preparando para um bom movimento e aumento nas vendas em relação ao ano passado. Lojas de brinquedos colocam os lançamentos na vitrine e anunciam promoções. Assim como as de departamento, visando chamar a atenção dos pequenos e seus pais. Estes já percorrem o comércio em busca daquele presente especial, que, de preferência, caiba dentro do apertado orçamento.

“As lojas já estão preparadas. Estão todas acreditando em performance melhor do que no ano passado. A nossa expectativa é que as vendas sejam 7,5% superiores em relação a 2017. A gente sabe que tem um grande apelo no segmento de brinquedos, mas, linha de vestuário atende bem e o lazer. Nós estamos fazendo uma campanha no sentido de enfatizar o Dia das Crianças, focando no carinho, no relacionamento e na compra do comércio local. Criança sempre tem o apelo emotivo. O pai muitas vezes deixa de comprar o presente para ele, mas, quer ver o filho feliz”, informou o presidente da CDL-Niterói, Luiz Veira.

A jornalista Fabiana Braga pesquisou bastante para comprar um bom presente para o filho Miguel, de 2 anos. “Pesquisamos valores e depois percebemos que o mesmo produto variava. Mas, compramos o que ele sempre fica fascinado”, disse.

Uma loja de brinquedos no Centro de Niterói já registra aumento no movimento. “A campanha de Dia das Crianças começou no meio de setembro e já foi possível notar o aumento no fluxo da loja. As próximas duas semanas são as com maior volume de vendas. Oferecemos diversos itens exclusivos, um mix de cinco mil produtos para todas as idades, atividades gratuitas nas lojas aos sábados, às 15h, todas as novidades e tendências do mercado mundial e ofertas especiais com preços a partir de R$ 9,99”, citou a gerente Simone Barros.

Segundo a empresária Luana Souza, dona de loja de roupas, acessórios e calçados infantis e juvenis no centro de São Gonçalo, o movimento ainda está tímido se comparado aos três meses anteriores. A expectativa de aumento nas vendas é de pelo menos 50% no volume. “As pessoas sempre deixam para comprar em cima da hora. Nossa expectativa é que haja um aumento na semana das crianças. Com tanta oferta e opções de presentes sai na frente quem usa a criatividade para vender”, explicou a empresária, que apostou em anunciar combos de até sete peças de roupas variadas por R$ 145.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *