Botafogo reclama de arbitragem de clássico junto a CBF

A diretoria do Botafogo impetrou na CBF uma reclamação formal contra o nível da arbitragem em jogos do time no Campeonato Brasileiro. A decisão foi motivada pela não marcação de dois supostos pênaltis favoráveis ao Glorioso no empate por 1 a 1 com o Vasco na noite de ontem. Em um dos lances os alvinegros reclamam que a bola teria tocado na mão de Yago Pikachu após uma cobrança de escanteio. Em outra jogada, esta sem deixar maiores dúvidas, o atacante Kieza foi puxado pela camisa e derrubado no momento que ia finalizar diante do goleiro Fernando Miguel.

O Botafogo, no documento, lembra que o clube vem sendo constantemente prejudicado pela arbitragem lembrando inclusive alguns erros grosseiros, como um gol mal anulado de Renatinho no empate sem gols com o Santos no primeiro turno. Segundo os dirigentes, o clube vem sofrendo com as constantes falhas e que já poderia estar longe do risco de rebaixamento. O time aparece com 34 pontos, apenas quatro a mais que o Ceará, que abre a pior parte da tabela de classificação.

“Não queremos ser prejudicados ou beneficiados. Queremos apenas critérios mais claros. Já falei umas duas rodadas de arbitragem, mas não é um tema que goste de ficar falando. Mas é preciso raciocinar e entender por que um artilheiro como o Kieza, de frente para o goleiro, vaio preferir cair do que chutar a gol”, disse o técnico Zé Ricardo se referindo a atuação do árbitro Ricardo Marques Ribeiro no clássico com o Vasco.

Os jogadores também estavam revoltados na saída de campo. “A bola nitidamente pegou na mão do Pikachu, mas a decisão é deles (dos árbitros). Teve o lance do Kieza também”, reclamou o atacante Rodrigo Pimpão.

Dentro de campo o elenco do Botafogo ganhou folga ontem e volta a trabalhar hoje, quando começa a preparação para o duelo contra o Ceará previsto para a próxima segunda-feira, às 20h(de Brasília), na Arena Castelão, pela 29ª rodada do Brasileirão. Para este compromisso Zé Ricardo perdeu o lateral-direito Marcinho, que terá que cumprir suspensão por ter sido advertido com o terceiro cartão amarelo diante do Vasco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *