9ª Mostra de Teatro Infantil leva duas peças para o Teatro Municipal de Niterói

Como parte da 9ª edição da Mostra de Teatro Infantil e em comemoração ao dia das crianças, no dia 12 de outubro, o Teatro Municipal de Niterói apresenta, às 11h, o espetáculo “Um Conto de Fado Padrinho”, de Danielle Fritzen. Na parte da tarde, às 15h, o Teatro recebe a história de João e Maria. As duas peças terão entrada franca, sujeito a lotação do Teatro.

Baseado no livro homônimo da escritora Danielle Fritzen, o musical infantil “Um Conto de Fado Padrinho” conta a divertida trajetória de um Fado Padrinho, primo da Fada Madrinha, que vem ao Brasil escolher uma princesa brasileira. A história é contada e dramatizada por uma trupe de oito amigos que anda pelas regiões do país, proporciona alegria e encantamento ao apresentar a diversidade e riqueza da nossa cultura. Em cena, os atores vão se transformando e dando vida aos personagens, de forma lúdica, com muita música brasileira e bom humor. O musical conta com um talentoso e versátil elenco: Aldo Perrota, Danielle Fritzen, Manuela Gwyer, Mariana Cerrone, Mario Neto, Raphael Pompeu e os músicos Renato Badeco e Marcello Sader, que também assina a direção musical, além de ser autor e arranjador de várias músicas inéditas.

O musical, que acabou de vencer o Prêmio Zilka Salaberry de Teatro Infantil como melhor Espetáculo Niterói e melhor Música, conta com um talentoso e versátil elenco: Danielle Fritzen, Manuela Gwyer, Mariana Cerrone, Mario Neto, Raphael Pompeu, Luiz Menezes e os músicos Renato Badeco, Marcelo Freitas e Marcello Sader, que também assina a direção musical, além de ser autor e arranjador de várias músicas inéditas.
Na direção teatral Bia Freitas, coreografias de Luiz Menezes, iluminação de Raphael Grampola e produção executiva Angélica Crispino. Calor, encantos, quitutes e virtudes, são alguns dos ingredientes desse divertido espetáculo!

João e Maria todo mundo conhece. Duas pobres crianças, rejeitadas por sua madrasta, se vêem perdidas no meio da floresta, indo cair nas mãos de uma perigosa feiticeira. Nesta adaptação, que nos oferece um ponto de vista feminista, ressaltando a força da mulher nordestina, Maria e João, duas pestinhas, se perdem no meio da Caatinga. Raimunda a madrasta emergente que sonha apenas em ter o seu próprio conforto, trama o sumiço dos dois, enquanto seu marido Zé Honesto, um artesão da terra, vai a cidade arrumar um trocado pra sobrevivência de sua família.

Os dois, perdidos, cansados e famintos, vão parar no barraco da Velha Mandingueira, uma casinha feita de rapadura, pé-de-moleque, sorvete de açaí, cuscuz e etc. Essa velhinha, a quem eles chamam de “Tia Lindinha”, é uma arretada mandingueira que vive de sarapatel de gente, se alimentando de crianças abandonadas.

Assim contada, a história das crianças alemãs, toma ares de fábula sertaneja, pontuada ao vivo por violeiros e percussionistas, transformando a encenação num espetáculo genuinamente popular. Uma diversão para crianças e adultos, com garantia de boas gargalhadas.

“João e Maria – Uma História Brasileira” tem texto, direção e coreografias de Marcello Caridade, e traz à cena os atores Priscilla Borring (Raimunda/Velha Mandingueira), Erick Antoniazzi (Zé Honesto), Thainá Lana (Maria), Matheus Lana (João) e Anderson Calábria como o violeiro contador.

O Teatro Municipal de Niterói fica na Rua XV de Novembro, 35 no Centro. Mais informações pelo telefone (21) 2620-1624.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *